quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

A travessia do mar vermelho, provas e fatos!


Rastros Arqueológicos
Na margem Egípcia e na margem Saudita foram encontradas colunas, que posteriormente foram nomeadas como ‘Memorial de Salomão’, pois os indícios apontam que o Rei Salomão as colocou e ambas as margens do mar em memória do milagre feito por Deus em prol da nação de Israel.
                                      Memorial de Salomão encontrado na margem Egípcia
Memorial de Salomão encontrado na margem da Arábia Saudita


Em ambas as colunas foram encontradas palavras escritas com letras fenícias (hebreu arcaico), as palavras são: Mizraim (Egito), Salomão, Edom, Morte, Faraó, Moisés e Yahweh (Jeová). Tais palavras indicam que o Rei Salomão colocou essas colunas nas margens do mar para lembrar a todos o milagre feito por Deus e a morte dos soldados Egípcios.
Mas e no fundo do mar, será que ficou alguma prova arqueológica? A resposta é sim! Periodicamente estudiosos, arqueólogos e turistas fazem mergulhos no local onde ocorreu a travessia do povo Hebreu, e muitas provas foram encontradas no fundo do mar. 
Fêmur humano incrustado por corais

Agrupamento de Costelas em meio aos corais

Todos nós sabemos que o fundo do mar geralmente é um lugar pedregulhoso ainda mais se esse mar se formou dentro de um deserto repleto de montanhas e formações rochosas como é o caso do mar vermelho, por isso trago a atenção de vocês duas fotos onde podemos notar que até mesmo as pedras do fundo do mar se afastaram, dando lugar a uma passagem livre de obstáculos. 


Estrada encontrada em baixo do mar livre de obstáculos

Nota-se que as pedras foram todas alinhadas nas laterais da estrada, possivelmente pela mesma força que abriu o mar.


Também foram encontradas rodas de carruagens Egípcias, e é interessante notar que segundo historiadores os Egípcios tinham carros de guerra com rodas de 4, 6 e 8 raios, sendo as de 8 raios foram inventadas na 18ª dinastía dos faraós. E é possível encontrar todos os tipos de rodas em baixo do mar vermelho, indicando que o faraó usou todos os seus carros de guerra na tentativa de capturar os Hebreus.


 Roda de um carro egípcio folhada a ouro, usada em carros de oficiais do exército.

 O fato da roda ser folhada a ouro impede que os corais se formem na sua superfície

Roda de madeira totalmente coberta por corais

Roda de madeira com os corais parcialmente removidos

Aqui vemos provas arqueológicas de um fato descrito na Bíblia e que teve sua veracidade questionada durante os séculos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário